sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Núcleo de Pesquisa em Dança realiza Mostra Final com apresentações solo



Foto: Esteban Bisio

O Laboratório do Intérprete-Criador (Lab.IC) leva a público trechos práticos de pesquisas de artistas que preparam seus solos de dança

Em atividade desde março deste ano, o Laboratório do Intérprete-Criador (Lab.IC), núcleo de pesquisa em dança coordenado pela bailarina Ivna Messina, realizará sua Mostra Final no dia 7 de setembro, das 10h às 14h (incluindo intervalos e bate-papo), na Má Companhia, Centro de Vitória. Ao todo, nove artistas com projetos de solo em dança e um grupo levarão seus trabalhos ao público, apresentando o que desenvolveram durante o período de funcionamento do núcleo. O evento é gratuito e marca o encerramento do projeto Lab.IC presencialmente. No mês de outubro, ainda será publicado um dossiê online, com relatos de experiência de cada participante.

Atravessando as pesquisas individuais, estão presentes temas como o corpo feminino (e seus feminismos plurais), o corpo negro e seus levantes, o corpo LGBT+ e suas militâncias, assim como relações do corpo com o espaço público, a unicidade de um corpo coletivo e as múltiplas linguagens da dança que perpassam a trajetória de cada artista.

O Lab.IC foi desenvolvido em encontros quinzenais, nos quais dez integrantes, previamente selecionados pela curadora Mariana Pimentel, iam apresentando a evolução e os desdobramentos suas pesquisas teórico-práticas, compartilhando experiências e desenvolvendo de maneira colaborativa seus projetos autorais de solos de dança, cada qual com suas propostas de tema, linguagem e a partir de suas vivências corporais.

“A ideia é criar mais espaços para a dança e oportunizar pessoas que, às vezes, estavam com um projeto engavetado ou que nunca tiveram a chance de desenvolver o seu próprio trabalho, então o Lab.IC é um projeto de criação, mas eu o entendo também como um projeto de formação – de artista e de plateia”, explica Ivna.

O projeto foi aprovado pelo edital de Seleção de Projetos Culturais Setoriais de Dança da Secult/ES e tem como objetivo amplificar e aprimorar o circuito profissional de dança no Espírito Santo, possibilitando que mais bailarinos assumam papéis de propositores. A realização é do portal Dança no ES e a produção é da Companhia do Outro.

SOLO EM ALTA

Espetáculos de artistas que aparecem sozinhos em cena têm estado cada vez mais presentes nas agendas culturais, seja na dança, no teatro, ou em diferentes tipos de manifestações de artes cênicas. Segundo a proponente e coordenadora do Lab.IC, Ivna Messina, é perceptível que as produções solo cresceram nos últimos anos em âmbito nacional: “Vejo isso como uma consequência, principalmente, da diminuição das verbas para criação em dança; muitos grupos se desfizeram e essa é uma maneira de a gente tentar sobreviver e fazer sobreviverem nossos trabalhos”, aponta.

Além do Lab.IC, Ivna coordena o portal Dança no ES, que existe há quatro anos e tem o objetivo de não só divulgar a dança produzida no Espírito Santo, mas também mapear os grupos locais e difundir produções acadêmicas e textuais sobre dança escritas por pesquisadores do estado. A partir desse contato, que Ivna ainda considera limitado, é possível perceber também que há um discreto crescimento no surgimento de novos grupos e coletivos, além de artistas independentes locais.

“Eu percebo que, nos últimos cinco anos, esse movimento até cresceu, mas ainda é muito pouco. Tínhamos um movimento mais forte nas décadas de 80 e 90; e em 2000 houve uma parada, poucas companhias desse período continuaram atuantes e quase não houve surgimento de companhias e artistas independentes novos. Mais recentemente, isso volta a se fortalecer, mas é muito discreto ainda”, explica. O Lab.IC, diante desse cenário, tem justamente o objetivo de incentivar artistas a serem propositores dos próprios projetos, ou ainda, criarem sua própria companhia ou coletivo.

O caminho independente é árduo, mas possível, principalmente se há uma rede de profissionais que se fortalecem mutuamente – outro objetivo do Lab.IC. Entre os principais desafios de se colocar à frente do próprio trabalho, está a necessidade de aprender a se autogerir. “É um desafio bem grande, porque, como propositor, mesmo convidando um produtor, diretor, coreógrafo, você tem que conseguir manter vivo esse trabalho, buscar os editais, os festivais, os locais onde se inscrever, arrumar lugar para ensaiar, fazer a divulgação, publicar nas redes sociais, então, apesar da equipe, você que tem que ser a coluna vertebral para sustentar e levar o projeto para frente. Acho que talvez essa seja uma das maiores dificuldades”, pontua Ivna, que foi proponente dos solos Bom Sujeito (2016) e Pedra (2018).


Confira a lista dos artistas que se apresentarão na Mostra Final do Lab.IC:
LEO DARIVA
ENDI MA
LUCÍA REIZNER
VIVIAN CUNHA
RICARDO REIS
ELIANE MIRANDA
JANAINA COELHO
DANIELEN BRANDÃO
KAMILA BODEVAN
ANA BEATRIZ MEMELLI
CLARA MUÑIZ TOMAZINI
ÉRICA ORTOLAN

SERVIÇO – DANÇA
Mostra Final do Lab.IC
7 de setembro (sábado), das 10h às 14h (incluindo intervalos e bate-papo)
Casa da Má Companhia – Rua Professor Baltazar, 152, Centro, Vitória (próx. à Catedral)
Entrada Gratuita

sexta-feira, 21 de junho de 2019

1ª Mostra Lab.IC Dança

Laboratório do Intérprete-Criador (Lab.IC), núcleo de pesquisa em dança em atividade no Espírito Santo desde março deste ano, traz para o público sua 1ª Mostra de Processos, na qual os artistas participantes do projeto apresentarão trechos práticos de suas pesquisas a partir da perspectiva de se construir solos de dança. A mostra tem entrada gratuita e acontecerá no dia 22 de junho (sábado), às 16h, na Má Companhia, no Centro de Vitória, com apresentações também na rua, próximo ao local. Ao todo, serão oito artistas solos e um grupo, e haverá um bate-papo ao final.
 
Com orientação da bailarina Ivna Messina, o Lab.IC possui encontros quinzenais, nos quais dez integrantes, previamente selecionados pela curadora Mariana Pimentel, apresentam como têm evoluído suas pesquisas teórico-práticas, compartilham experiências e desenvolvem de maneira colaborativa seus projetos autorais de solos de dança, cada qual com suas propostas de tema, linguagem e a partir de suas vivências corporais.
 
“A ideia é criar mais espaços para a dança e oportunizar pessoas que, às vezes, estavam com um projeto engavetado ou que nunca tiveram a chance de desenvolver o seu próprio trabalho, então o Lab.IC é um projeto de criação, mas eu o entendo também como um projeto de formação – de artista e de plateia”, explica Ivna.
 
Prevista para o mês de setembro, o núcleo contará, ainda, com uma segunda mostra, com a apresentação final dos resultados das pesquisas dos intérpretes-criadores. Também como conclusão do projeto, será publicado online um dossiê com registros individuais da experiência de participação no Lab.IC e do desenvolvimento das pesquisas.
 
O projeto foi aprovado pelo edital de Seleção de Projetos Culturais Setoriais de Dança da Secult/ES e tem como objetivo amplificar e aprimorar o circuito profissional de dança no Espírito Santo, possibilitando que mais bailarinos assumam papéis de propositores. A realização é do portal Dança no ES e a produção é da Companhia do Outro.
 
 
Confira a lista dos artistas que se apresentarão na 1ª Mostra de Processos do Lab.IC:
LEO DARIVA
ENDI MA
LUCÍA REIZNER
VIVIAN CUNHA
RICARDO REIS
ELIANE MIRANDA
JANAINA COELHO
DANIELEN BRANDÃO
KAMILA BODEVAN
ANA BEATRIZ MAMELLI
CLARA MUÑIZ TOMAZINI

Artistas-criadores apresentam seus processos de pesquisa em dança.


 
 
SERVIÇO – DANÇA
Lab.IC – 1ª Mostra de Processos
22 de junho (sábado), às 16h
Casa da Má Companhia – Rua Professor Baltazar, 152, Centro, Vitória (próx. à Catedral)
Entrada Gratuita
Haverá venda de comidas e bebidas ao longo do evento (pagamentos apenas em dinheiro)

segunda-feira, 17 de junho de 2019

O Lago dos Cisnes em Vitória

Acontece nesta terça-feira, 18 de junho, a apresentação do ballet O Lago dos Cisnes no ginásio do SESI de Jardim da Penha na cidade de Vitória. A ação é promovida pelo Sesi - ES em parceria com o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, e faz parte do projeto TAS - Terças com Arte no Sesi, que promete uma programação diversa de dança, música e teatro nas terças-feiras.

A apresentação se destaca por ser a primeira vez que o ballet completo é apresentado com acompanhamento de orquestra na cidade de Vitória.

A música de O Lago dos Cisnes foi composta pelo russo Tchaikovsky em 1876. Em Vitória o ballet será encenado pelo Corpo de Baile da Escola de Dança Maria Olenewa e pelos primeiros bailarinos do Teatro Municipal do Rio de Janeiro Claudia Mota e Filipe Moreira, acompanhados da Orquestra Camerata Sesi, regida pelo maestro Leonardo David.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro do Sesi em Jardim da Penha e em algumas academias de dança da Grande Vitória.

O Lago dos Cisnes será apresentado em Vitória. Foto: Júlia Rónai

SERVIÇO
TAS Dança  apresenta: O Lago dos Cisnes - com Corpo de Baile da Escola de Dança Maria Olenewa (RJ) e primeiros bailarinos do Teatro Municipal do Rio de Janeiro junto a Orquestra Camerata Sesi

Dia 18 de junho de 2019
Às 20 horas
No Ginásio do Sesi (Rua Tupinambás, 240, Jardim da Penha, Vitória, ES)
Ingressos: R$30 inteira arquibancada / R$15 meia arquibancada / R$40 inteira pista / R$20 meia pista
(colaboradores do Sistema Findes e trabalhadores da indústria também tem direito a meia entrada)
Venda de ingressos na bilheteria do Teatro do Sesi Jardim da Penha e nas escolas de dança Duetto Arte e Movimento em Vitória e Balé da Ilha em Vila Velha.

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Pedra no Cena Local

Neste fim de semana o projeto Cena Local, do Centro Cultural Sesc Glória, apresenta o espetáculo de dança Pedra, da artista Ivna Messina.

O trabalho, que tem direção, coreografia e iluminação de Carla van den Bergen e trilha sonora composta pela multi instrumentista Gabriela Deptulski, estreou em 2018 e aborda as formações geológicas de um ponto de vista macro para o micro. Assim, os diferentes estados da pedra são aproximados a corporalidade da intérprete, que também faz ligações com a condição das mulheres perante a violência, sobrecarga, cobranças estéticas dentre outras questões.

Os ingressos já podem ser adquiridos antecipadamente ou no dia da apresentação na bilheteria do centro cultural.

O projeto Cena Local realiza apresentações e curtas temporadas de espetáculos de dança, teatro e circo no Centro Cultural Sesc Glória, oportunizando a valorização profissional das artes cênicas no Espírito Santo e contribuindo para a formação de plateia.

Pedra participa do Cena Local. Foto: Luiz Carlos Cardoso.


SERVIÇO
Cena Local apresenta: Pedra (Ivna Messina)

De 14 a 16 de junho de 2019
Sexta e sábado às 19h30
Domingo às 19h
No Centro Cultural Sesc Glória (Av. Jerônimo Monteiro, 248, Centro, Vitória, ES)
Ingressos: R$10 inteira / R$5 meia / R$6 conveniados e comerciantes

domingo, 9 de junho de 2019

1º Encontro DancIdade

Entre os dias 28 e 30 de junho acontece em Vitória o 1º Encontro de Dança Contemporânea na Maturidade (DancIdade) organizado pelas integrantes do Projeto EluzArtes. O evento contará com apresentações, rodas de conversas e workshop de artistas do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Estados Unidos.

A proposta dá visibilidade a artistas da dança que seguem atuando como intérpretes, pesquisadores e criadores após os 50 anos de idade e pretende abrir mais espaço para a pluralidade de corpos que a dança contemporânea abarca, valorizando o conhecimento de artistas experientes. O Projeto EluzArtes se destaca dentro deste contexto por ser um grupo de dança formado por bailarinas de 50 a 70 anos.

Dentre os participantes do evento estarão os capixabas Elídio Netto, Gil Mendes, Carla van den Bergen, Lalau Martins, Eluza Santos e Maria Helena Braga. Participam também a carioca Sueli Guerra e os estados unidenses Bill Evans e Don Halquist.

Os ingressos já podem ser adquiridos na bilheteria do Palácio da Cultura Sonia Cabral e as inscrições para o workshop podem ser feitas pelo link encurtador.com.br/tDJKM .

Confira a programação:

Mostra de Dança seguidas de rodas de conversa
Sempre às 19h30 no Palácio da Cultura Sonia Cabral

28 de junho (sexta)
Elídio Netto (ES)
Projeto EluzArtes (ES)
Bill Evans e Don Halquist (EUA)

29 de junho (sábado)
Feminino Plural (ES)
Sueli Guerra e Alessandro Brandão - Cia da Ideia (RJ)
Bill Evans e Don Halquist (EUA)

30 de junho (domingo)
Lalau Martins - Projeto Eluzartes (ES)
Gil Mendes (ES)
Carla van den Bergen (ES)
Bill Evans e Don Halquist (EUA)

Workshop Evans Somatic Dance Technique (Integração dos Fundamentos Laban/Bartenieff e Dança)
De 9h30 às 11h30 na Escola de Ballet CriDança em Jardim da Penha.

28, 29 e 30 de junho
Com Bill Evans e Don Halquist (EUA)


Bill Evans e Don Halquist são convidados do 1ª DancIdade.

SERVIÇO
1º Encontro de Dança Contemporânea na Maturidade - DancIdade

De 28 a 30 de junho de 2019

Mostra de Dança e Rodas de Conversa (com artistas do ES, RJ e EUA)
Sempre às 19h30
No Palácio da Cultura Sonia Cabral (Praça João Clímaco, s/nº, Centro Vitória, ES)
Ingressos: R$25 (promocional) à venda na bilheteria do Sonia Cabral e nas escolas de dança CriDança, Alice Gasparini e Espaço da Dança.
Classificação indicativa: 10 anos

Workshop Evans Somatic Dance Thecnique - Integração dos Fundamentos Laban/Bartenieff e Dança (com Bill Evans e Don Halquist dos EUA)
De 9h30 às 11h30
Na Escola de Ballet CriDança (Av. Saturnino Rangel Mauro, 235, Jardim da Penha, Vitória, ES)
Investimento: R$120 até 30 de maio / R$150 após 30 de maio / R$50 aula avulsa com pagamento antecipado / R$70 aula avulsa com pagamento no dia
Inscrições pelo link: encurtador.com.br/tDJKM

Informações:  (27) 996014220

sábado, 8 de junho de 2019

Dança Angolana em Vitória

O grupo de dança Bailado do Cazenga de Luanda, Angola, se apresenta no Palácio da Cultura Sonia Cabral no próximo dia 11 em duas sessões. 

"Retratos de um Povo" é o nome do espetáculo que está circulando pelo Brasil e já passou por diversas cidades do Espírito Santo promovendo um intercâmbio cultural entre seus integrantes e artistas locais.

O Bailado do Cazenga existe há 14 anos e é formado por bailarinos, percussionistas e marimbeiros que visam promover a arte angolana tanto em seu país como pelo mundo.

Grupo de dança Angolano faz apresentações em Vitória.

SERVIÇO
Espetáculo "Retratos de um Povo" com Bailado do Cazenga (Angola)

Dia 11 de junho de 2019 (terça)
1ª sessão às 19 horas
2ª sessão às 21 horas
No Palácio da Cultura Sonia Cabral (Praça João Clímaco, s/nº, Centro. Vitória, ES)
Ingressos: R$20 inteira e R$10 meia entrada


terça-feira, 14 de maio de 2019

Aldeia Sesc Ilha do Mel 2019

Começa nessa quarta, 15, o Aldeia Sesc Ilha do Mel, mostra anual realizada pelo Centro Cultural Sesc Glória que apresenta um panorama da produção local e promove apresentações, oficinas e reflexões cênicas.

O evento vai até dia 26 de maio e conta com diversas apresentações de dança. Confira a agenda:

17 de maio:
19 horas - Desabafo - um solo de Marcelo Oliveira (Belas Artes Projetos Culturais)

18 de maio:
15 horas - Reflexão cênica de Desabafo - um solo de Marcelo Oliveira

18 horas - A Menina e o Pássaro (Coletivo Emaranhado)

19h30 - Pedra (Ivna Messina)

19 de maio:
16h30 - Reflexão cênica de Pedra

21 de maio:
18 horas - Reflexão cênica de A Menina e o Pássaro

22 de maio:
19 horas - 7 (Homem Cia de Dança Contemporânea)

23 de maio:
17h30 - Reflexão cênica de 7

19 horas - Poison (Dutra Cia de Dança)

24 de maio:
17h30 - Reflexão cênica de Poison

19 horas - Vírgula, (Inspirarte)

25 de maio:
19 horas - Moquear - Sem Receita (Yuriê Perazzini)

26 de maio:
14 horas - Reflexão cênica de Moquear - Sem Receita e Vírgula,

Veja a programação completa do Aldeia Sesc Ilha do Mel 2019 acessando o link https://issuu.com/sescgloria/docs/catalogo2019_final

Solo de Marcelo Oliveira faz parte da programação do Aldeia 2019

SERVIÇO
Aldeia Sesc Ilha do Mel 2019

De 15 à 26 de maio de 2019
No Centro Cultural Sesc Glória (Av. Jerônimo Monteiro, 428, Centro, Vitória, ES)
Programação completa pelo link https://issuu.com/sescgloria/docs/catalogo2019_final
Ingressos:
Espetáculos R$10 inteira e R$5 meia
Exposição e Reflexões Cênicas entrada franca
Oficinas valores de acordo com a programação